Artigo

A Cultura Feminina na Igreja Presbiteriana Independente: uma análise a partir da revista Alvorada Feminina (anos 80)

Daniela Emilena Santiago Dias de Oliveira

      https://orcid.org/0000-0001-5398-9383

Ricardo Gião Bortolotti

      https://orcid.org/0000-0001-9759-3719

Resumo:

Os impressos são importantes meios de difusão dos ideias religiosos. A Alvorada Feminina, é um desses impressos que destina-se ao público feminino. Nesse artigo, recorremos a uma amostra de três revistas produzidas nos anos 80, nas quais delimitamos os seguintes aspectos: mulher e casamento; mulher e maternidade e mulher e educação dos filhos. Essa delimitação se mostrou necessária ao passo que a revista, criada em 1968, produziu 192 números e, por isso, seria impossível apresentar num único texto dessa natureza, uma análise de sua produção completa. Pudemos constatar que nessa revista temos a representação da mulher como aquela que nasce para o casamento heterossexual, com o dom da maternidade e como tal deve se ocupar do cuidado dos filhos e de sua formação moral e espiritual. Nossa análise da produção foi assentada na colaboração do pensamento de Chartier e Bourdieu, uma vez que ambos compreendem o impresso como uma forma usada para a determinação de práticas sociais, de um habitus.

Palavras-chave:

Mulher, Revista Alvorada, Cultura.

Edição:

v. 2, n. 1. 2018

Data de publicação:

22 de setembro de 2018.

Dossiê: Saúde, Ciência e Cultura e suas expressões na História  

licence.png

Esta revista está licenciada com uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 International.

  • Facebook

Indexadores, Diretórios e Portais

Latindex
Sumários
Google Academico1.png
diadorim1.png
doaj2.jpg