pena.png

Artigo

Mediação cultural no sertão nordestino: o caso da Coleção Mossoroense e seu fundador Vingt-un Rosado

Francisco Fabiano de Freitas Mendes

      https://orcid.org/0000-0003-1232-9391

Resumo:

A história intelectual estuda as ideias, seus veículos e os protagonistas que em torno delas debatem. O presente artigo traz a atuação de Jerônimo Vingt-un Rosado, mediador cultural no interior do Rio Grande do Norte que idealizou e construiu a Coleção Mossoroense, apanhado de obras tão multifacetado em sua forma e conteúdo quanto unitário em relação a seu projeto político-cultural. A investigação horizontal do acervo revela o enfeixe sem forma de textos desconexos sob o selo de uma coleção que era ao mesmo tempo sua própria editora. Somente na investigação vertical se consegue ver blocos temáticos consistentes, textos significativos e a trajetória do coordenador geral do projeto. A mediação cultural de Vingt-un, numa atuação de quase seis décadas é, portanto, rica oportunidade de aliar os campos da história intelectual e política por meio da investigação da ideia escrita.

Palavras-chave:

Mediação Cultural, Coleção Mossoroense, Intelectuais e Poder.

orcid.png

Edição:

v. 4, n. 2. 2020

Data de publicação:

29 de janeiro de 2021

Seção: Artigos