Artigo

A nação, o tempo e o outro: Ernest Lavisse analisa o Império Alemão

Rilton Ferreira Borges

Resumo: 

Este artigo tem como ponto central a obra Essais sur l’Allemagne Impériale (1888), de Ernest Lavisse (1842-1922), historiador, professor, diretor da École normale e membro da Académie française, para discutir as relações entre o tempo e construção da nação tendo o “outro” como parâmetro. No terço final do século XIX, marcado pela Guerra Franco-Prussiana (1870-1871) coincidem a ascensão dos nacionalismos, a constituição da história como ciência e uma nova atitude perante o tempo decorrente da Segunda Revolução Industrial e de diversas descobertas científicas. Neste contexto demonstraremos como diferentes ações relativas ao passado e ao futuro podem influenciar discursos políticos do presente, tomando o contexto vivido por Lavisse como importante exemplo. Também traremos algumas reflexões a respeito da influência do nacionalismo sobre a produção do historiador.

Edição:

v. 1, n. 2. 2017

Dossiê: Temporalidades e Política

Palavras-chave: 

Lavisse, Tempo, Alemanha.

licence.png

Esta revista está licenciada com uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 International.

  • Facebook

Indexadores, Diretórios e Portais

Latindex
Sumários
Google Academico1.png
diadorim1.png