Artigo

Os direitos sociais no pensamento do movimento operário português: Ruturas e continuidades (1850-1873)

João Lázaro

Resumo: 

Neste artigo pretendemos explorar os direitos sociais reivindicados através do pensamento do movimento operário português, numa baliza cronológica que abarca importantes ruturas e continuidades no discurso socialista português. Um período onde inicialmente o denominado socialismo utópico vai ser dominante, mas, acaba por ver a sua influência diluída para o socialismo científico. Nesta fase são experimentadas novas associações socialistas que pretendiam resolver a questão social que assombrava o mundo operário. Um período de profundas alterações na sociedade portuguesa, que são acompanhadas pelo amadurecimento da influência do socialismo internacional.

Palavras-chave: 

Movimento Operário, Classe Operária, Esfera Pública, Socialismo.

licence.png

Esta revista está licenciada com uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 International.

  • Facebook

Indexadores, Diretórios e Portais

Latindex
Sumários
Google Academico1.png
diadorim1.png
doaj2.jpg