Artigo

“Compadre e amigo do coração” As relações de compadrio no interior da província do Ceará (1835-1837)

Noemia Dayana de Oliveira

Resumo: 

O presente artigo visa discutir as relações de compadrio estabelecidas entre José Martiniano de Alencar e Manoel do Nascimento Castro e Silva, no interior da província do Ceará, especificamente a partir das correspondências trocada por eles entre os anos de 1835 a 1837. Este período corresponde à ascensão de Martiniano à presidência provincial pelo Partido Liberal Moderado, de modo que esta candidatura foi sustentada pelo apoio econômico e político de Manoel, pertencente a principal família caririense da primeira metade do século XIX. Desse modo, visamos contribuir para os estudos acerca da formação do Estado Nacional brasileiro, que se deu principalmente através do poder do estado intermediário, o qual será problematizado aqui nas ações estabelecidas pelas elites locais de Crato (CE).

Edição:

v. 3, n. 1. 2019

Data de publicação:

23 de agosto de 2019

Tema Livre

Seção: Artigos

Palavras-chave: 

Compadrio, Elites locais, Estado intermediário, José Martiniano de Alencar, Manoel do Nascimento Castro e Silva.

licence.png

Esta revista está licenciada com uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 International.

  • Facebook

Indexadores, Diretórios e Portais

Latindex
Sumários
Google Academico1.png
diadorim1.png