Artigo

Begriffsgeschichte: a história dos conceitos aplicada na teoria do romance histórico lukacsiano

Eduardo Ortiz

Resumo: 

Busco neste artigo examinar, com o enfoque metodológico voltado na Begriffsgeschichte, a história dos conceitos, a teoria do romance histórico lukácsiano. A Begriffsgeschichte é fruto direto do impacto epistemológico do movimento que ficou conhecido como linguistic turn, e procura analisar as questões relacionadas à linguagem e à história, sobretudo, os seus conceitos, que sofrem ressignificações no transcorrer do tempo. Por sua vez, o romance histórico teorizado por György Lukács é uma corrente histórico-literária que aborda os grandes eventos históricos e procura apresentar ao leitor que destinos individuais estão conectados de forma direta com o coletivo, propiciando uma nova percepção da história nacional. Tendo em vista que os principais conceitos que giram em torno da teoria de Lukács são “ideologia” e “revolução”, irei analisá-los com intuito de compreender melhor a sua utilização na obra O romance histórico.

Edição:

v. 3, n. 2. 2019

Data de publicação:

11 de janeiro de 2020

Dossiê: História Intelectual e Literatura

Palavras-chave: 

Begriffsgeschichte, György Lukács, romance histórico, ideologia, revolução

licence.png

Esta revista está licenciada com uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 International.

  • Facebook

Indexadores, Diretórios e Portais

Latindex
Sumários
Google Academico1.png
diadorim1.png