Artigo

À frente das fazendas: a participação feminina no conjunto produtivo de café no Rio de Janeiro na década de 1850

Jessica Santana de Assis Alves

Resumo: 

Nesse artigo pretende-se dialogar e contribuir com a historiografia das mulheres cafeicultoras, mapeando a presença delas na província do Rio de Janeiro. Para observar à distribuição de mulheres fazendeiras nos municípios da província a fonte escolhida é o Almanak Laemmert. Será analisada uma amostra de dez anos, de 1851 a 1860 buscando responder o seguinte questionamento: qual a dimensão da participação de mulheres na economia cafeeira do Rio de Janeiro? Nossa concepção teórica parte da proposição de excepcionalidade e normalidade de Edoardo Grendi, que reflete sobre acon tecimentos que no primeiro momento são observados como extraordinários ou contingentes podem ser considerados ao contrario sintoma de uma normalidade alternativa.

Edição:

v. 4, n. 1. 2020

Data de publicação:

24 de agosto de 2020

Tema Livre

Seção: Artigos

Palavras-chave: 

Cafeicultoras, Almanak laemmert, Rio de Janeiro.

licence.png

Esta revista está licenciada com uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 International.

  • Facebook

Indexadores, Diretórios e Portais

Latindex
Sumários
Google Academico1.png
diadorim1.png