Artigo

Histórias de escravização e busca pela liberdade no Alto Sertão de Alagoas, 1851 - 1888

Marilia Lima de Araújo

Resumo: 

Este artigo objetiva investigar como pessoas escravizadas buscaram a liberdade na região sertaneja, com enfoque nas alforrias da segunda metade do século XIX. Concentramos o estudo na freguesia de Nossa Senhora da Conceição de Água Branca, no Alto Sertão de Alagoas, para o qual, contamos com acervos locais, em que pudemos localizar documentos históricos para o período. A principal tipologia de fonte é a cartorial (testamentos, inventários e cartas de liberdade), analisada pelo viés da historiografia da escravidão, desenvolvida, em especial, a partir da década de 1980, cujo referencial analítico considera os escravizados como sujeitos históricos, e da metodologia da microanálise. O estudo tem como pretensão tecer uma rede de ligações entre fontes qualitativas e quantitativas, para reconstituir experiências de escravidão e liberdade no Alto Sertão de alagoano.

Edição:

v. 4, n. 1. 2020

Data de publicação:

24 de agosto de 2020

Tema Livre

Seção: Artigos

Palavras-chave: 

Escravidão, Alforria, Sertão, Século XIX.

licence.png

Esta revista está licenciada com uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 International.

  • Facebook

Indexadores, Diretórios e Portais

Latindex
Sumários
Google Academico1.png
diadorim1.png