Artigo

Memórias do “20 de Novembro”: militantes negros e a reconstrução do passado Afro-Brasileiro

José Augusto Zorzi

Resumo: 

O dia 20 de Novembro, também conhecido como Dia da Consciência Negra no Brasil, foi idealizado em Porto Alegre/RS, em 1971, pelo Grupo Palmares, e reconhecido pelo Movimento Negro em 1978. A construção desta data afro-brasileira teve inúmeros desdobramentos desde sua concepção, oficializando-se em diversos estados e municípios. Neste trabalho são apresentadas entrevistas, que são recortes de memórias obtidos através da metodologia da história oral, realizadas com dois militantes históricos do Movimento Negro no Rio Grande do Sul, com intensa participação na constituição do 20 de Novembro: Antônio Carlos Côrtes, membro do Grupo Palmares nos anos 1970, e Waldemar Moura Lima, ou “Pernambuco”, protagonista de um movimento pela transformação da data em um feriado em homenagem a Zumbi dos Palmares em Porto Alegre, nos anos 2000, ambos propondo uma nova abordagem do passado afro-brasileiro.

Edição:

v. 4, n. 1. 2020

Data de publicação:

24 de agosto de 2020

Tema Livre

Seção: Artigos

Palavras-chave: 

20 de Novembro, Movimento Negro, Memória, Militância.

licence.png

Esta revista está licenciada com uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 International.

  • Facebook

Indexadores, Diretórios e Portais

Latindex
Sumários
Google Academico1.png
diadorim1.png