Artigo

O mestiço e a nação: a questão racial no Muralismo mexicano e suas reverberações no século XXI

Leonardo Bento de Andrade

Resumo: 

Este artigo visa analisar o impacto das noções de raça e nação de José Vasconcelos, sistematizadas no ensaio La raza cósmica (1925), na pintura mural presente na Secretaría de Educación Pública, além de confrontar essas ideias na produção bibliográfica de Samuel Huntington e Renaud Camus. Vasconcelos, quando Ministro de Educação Pública no México, deu ensejo ao Muralismo no país ao contratar vários artistas para preencher as paredes dos prédios das instituições públicas com cenas do passado, do presente e do futuro promissor da nação mexicana. Através disso, imprimiu na produção desses artistas seu ideal de uma raça miscigenada nascida na América Latina cuja virtuosidade levaria a humanidade ao progresso.

Edição:

v. 4, n. 1. 2020

Data de publicação:

24 de agosto de 2020

Tema Livre

Seção: Artigos

Palavras-chave: 

José Vasconcelos, Muralismo, raça cósmica, Renaud Camus, Samuel Huntington.

licence.png

Esta revista está licenciada com uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 International.

  • Facebook

Indexadores, Diretórios e Portais

Latindex
Sumários
Google Academico1.png
diadorim1.png