pena.png

Artigo

“Mães assassinas” e crianças bastardas sob as leis do Reino inglês: O infanticídio na corte central criminal de Londres (1674-1803)

Victoria Carvalho Junqueira

orcid.png

Resumo: 

Este artigo apresenta uma análise do crime de infanticídio na cidade de Londres e no condado de Middlesex, entre 1674-1803, como uma forma de acessar a representação das mulheres infanticidas na literatura criminal da época. O trabalho foi realizado a partir da análise dos Old Bailey Proceedings, que contém relatos de julgamentos na Corte Central Criminal da cidade de Londres. Constatou-se que, no final do século XVII, os magistrados condenaram à morte metade das mulheres acusadas pelo assassinato de seus filhos bastardos, prática judicial que se enfraqueceu ao longo do século XVIII. Aqui explora-se as motivações para o crime, a percepção social e jurídica dele à época e o movimento mais amplo das cortes e do parlamento da época para o controle dos corpos de mulheres pobres.

Edição:

v. 4, n. 2. 2020

Data de publicação:

29 de janeiro de 2021

Dossiê: Memórias de sangue: recordar a violência, escrever a história

Palavras-chave: 

Infanticídio, Idade Moderna, História social das Mulheres, Inglaterra Moderna.