pena.png

Artigo

Memórias do esquecimento: o testemunho de Flávio Tavares sobre a tortura no período da ditadura militar no Brasil

Olívia Candeia Lima Rocha

orcid.png

Resumo: 

Esse artigo discute a problematização da tortura no livro Memórias do Esquecimento, publicado pelo jornalista Flávio Tavares em 1999. A tortura foi uma prática intensamente utilizada contra militantes políticos de oposição à ditadura militar no Brasil. Flávio Tavares articula em seu relato aspectos práticos e subjetivos relacionados a sua percepção sobre a tortura, a condição dos presos e as motivações dos agentes torturadores. A obra caracteriza-se como uma narrativa de testemunho e é analisada a partir da relação conflituosa entre memória e esquecimento. Contempla-se ainda a relação de poder desigual a que os presos estavam submetidos e as possíveis implicações físicas e psíquicas para eles. A discussão realizada tem como aporte teórico autores como Michael Pollak, Peter Burke, Michel Foucault, Márcio Seligmann-Silva, Erving Goffman, dentre outros.

Edição:

v. 4, n. 2. 2020

Data de publicação:

29 de janeiro de 2021

Dossiê: Memórias de sangue: recordar a violência, escrever a história

Palavras-chave: 

Memória, Testemunho, Tortura, Ditadura Militar.