pena.png

Artigo

Baixada afro-maranhense: aspectos históricos da trajetória de negros e negras na Baixada Ocidental Maranhense

Maria da Conceição Pinheiro de Almeida

orcid.png

Resumo: 

Este artigo tem por objetivo tecer considerações sobre a trajetória histórica de negros e negras, na microrregião Baixada Ocidental Maranhense, cuja marca é a resistência. As fugas, os quilombos, as lutas pela terra, por educação quilombola, por trabalho são alguns exemplos dessa resistência. A microrregião em destaque concentra a maior população negra do Estado do Maranhão, assim como o maior número de comunidades negras rurais quilombolas. A presença maciça de negros influencia na cultura local (festas, práticas religiosas, no trabalho). Tudo isso tem gerado um profícuo debate na história e em outras das ciências humanas e sociais em torno da população negra resultando na produção de um vasto material bibliográfico, o qual contribuiu muito para o embasamento desta discussão. Junto a isso, visitas a comunidades quilombolas, entrevistas com moradores, observações, possibilitaram introduzir no texto suas percepções, suas vozes, antes silenciadas.

Edição:
v. 5, n. 1. 2021


Data de publicação:
30 de agosto de 2021

Tema Livre

Seção: Artigos

Palavras-chave: 

Baixada maranhense, População negra, Quilombolas, Constituição de 1988.