pena.png

Artigo

Pós-abolição no Recôncavo Baiano: uma análise do perfil social das trabalhadoras das manufaturas de charutos e cigarrilhas (1910-1950)

Carlos Augusto Santos Neri Braga

orcid.png

Resumo: 

A proposta deste artigo é tratar da composição social das manufaturas de charutos das cidades de São Félix e Muritiba, no Recôncavo Baiano entre os anos de 1910 e 1950. Busco investigar 1.511 Registros dos Empregados da Cia. de Charutos Dannemann, relatos de viajantes e a imprensa local para analisar o perfil social deste setor, mas também identificar os impactos deste grande contingente de operárias nas cidades supracitadas. Dessa forma, pretendo jogar luz sobre como as relações de trabalho funcionaram como dispositivos para a manutenção das hierarquias raciais no pós-abolição. O aporte teórico-metodológico que usei foi um aparato inspirado na História Social do Trabalho, e nas possibilidades de interpretação a partir do uso heurístico da interseccionalidade. Os dados apresentados concluem que as mulheres negras predominaram na produção de charutos e foram fixadas nos trabalhos manuais por diferentes eixos de gênero e de raça.

Edição:
v. 5, n. 1. 2021


Data de publicação:
30 de agosto de 2021

Tema Livre

Seção: Artigos

Palavras-chave: 

Mulheres Negras, Recôncavo Baiano, Manufaturas.